Busca

fim de expediente

by rafa soares

Tag

plinio torres

uau

Não sei como, não sei porquê, só sei que o blog está com PageRank 5!

Assim eu fico metido! (e quem sabe motivado a voltar a atualizar com frequência) 😛

Tirando que estou na casa de 5500 visitantes, com média de 20 visitas diárias e um pico, ontem, de 59 (ainda não bateu o recorde de 83, mas estou trabalhando nisso hehehe).

PS: Acabei de conferir, o blog do Plínio também tem PageRank 5! (ainda estou tentando descobrir como consegui isso, espero que não seja só por causa das putas…)

Anúncios

aí, tá afim de um programa?

Antes que pensem besteira (se é que ainda não pensaram…), estou falando de programas para computador.

Mas o post não é para falar sobre programação, mas sim para falar que as semelhanças entre programadores e garotas de programa/prostitutas/putas (chame como quiser) não param na frase “fazer programa”.

Me mostraram esse texto há um tempo atrás e hoje, graças ao Plínio, achei o mesmo numa comunidade do orkut. Eu não discordo em nada do que está escrito!

  • Trabalhamos em horários estranhos, que nem as putas!
  • Nos pagam pra fazer o cliente feliz, que nem as putas!
  • O cliente até que às vezes paga bem, mas o chefe fica com quase tudo, que nem as putas!
  • Nosso trabalho sempre vai além do expediente, que nem as putas!
  • Somos recompensados por satisfazer as fantasias do cliente, que nem as putas!
  • Nossos amigos se distanciam de nós, e só andamos com outros iguais a nós, que nem as putas!
  • Nosso chefe tem um lindo carro, que nem as putas!
  • Quando vamos ao encontro do cliente, temos que estar sempre apresentáveis, que nem as putas!
  • Mas quando voltamos, parece que saímos do inferno, que nem as putas!
  • Sempre quando alguém pergunta o que fazemos não conseguimos responder e acabamos conseguindo enrolar a pessoa que perguntou, desconversando, que nem as putas!
  • O cliente quer sempre pagar menos e que façamos maravilhas, que nem as putas!
  • Todo dia, acordamos e dizemos: “NÃO VOU PASSAR O RESTO DA VIDA FAZENDO ISSO”, que nem as putas!

Quem é programador sabe que é tudo verdade! E falando em comunidades de programação, achei uma outra bem legal que fala sobre as gambiarras nossas de cada dia, que todo programador acaba fazendo!

Acima ↑